14/09/2017

“O quê? Você quer se tornar freira?”

Como você reagiria se a sua filha, alguma amiga ou conhecida decidisse tornar-se religiosa? Será que a nossa reação seria um susto e um sentimento de pesar, que mais revelam a nossa falta de fé do que a grata surpresa diante de uma vocação insuspeitada?