[NOTÍCIAS DA IGREJA]

Pornografia e jogos eletrônicos estão causando dano aos cérebros – e corpos – dos meninos

 

Jovens americanos modernos são menos violentos do que no passado, mas o uso prolongado de jogos eletrônicos e pornografia estão provocando uma reconfiguração prejudicial dos seus cérebros, afirma um especialista em psicologia humana.

Em uma entrevista para a BBC, Philip Zimbardo disse que uma pesquisa com 20.000 rapazes mostrou que há menos violência, menor uso de drogas e de álcool do que no passado, mas que a substituição da figura do pai e da mãe por jogos eletrônicos e pornografia está causando disfunção erétil e outras consequências físicas e psicológicas negativas.

“Focamos em jovens que jogam videogames em excesso”, disse Zimbardo, “e que fazem isso em isolamento social – eles estão sozinhos em seus quartos”.

“Ora, com pornografia gratuita disponível, algo que é único na história, eles combinam o videogame e, no intervalo, assistem em média a duas horas de pornografia por semana”.

Ultra-estimulação por meio de videogames e pornografia “começa a alterar a função do cérebro. Ela começa a mudar o centro de recompensa do cérebro e produz uma espécie de excitação e vício”, afirma o psicólogo, que detalhou os resultados do estudo em seu novo livro: Man (Dis)Connected [O Homem (Des)Conectado].

Porque muitos jovens frequentemente estão sozinhos nessas atividades, Zimbardo disse que muitos homens “desejam que estivessem jogando World of Warcraft” na sala de aula, e quando… com uma menina”, eles dirão para si: “eu gostaria de estar assistindo a material pornográfico, porque eu jamais serei rejeitado”.

Zimbardo define que o uso excessivo de videogames ou pornografia caracteriza-se por cinco horas ou mais por dia, embora diga que isso depende da pessoa. “É um novo tipo de vício – é um vício em uma atividade. E para mim, a questão não é o número de horas. Na realidade, é uma mudança psicológica de mentalidade.

Ele diz que videogames “não são maus” –  sua objeção é que ambas as atividades estão no centro das vidas de muitos garotos. E embora garotos fiquem “psicologicamente excitados” com pornografia e videogames, fisiologicamente, os meninos são menos estimulados – e também enfrentam obesidade, diabete tipo II e disfunção erétil.

Zimbardo disse ao The Guardian que boa parte do problema vem da ausência dos pais em casa. “Os pais dão amor provisoriamente. Se você quer sua permissão, se você não quer que eu desligue o seu computador, então você deve fazer [algo]. Esse foi sempre o acordo entre pais e filhos – você não consegue uma autorização apenas por existir, apenas por ter meu nome em sua certidão de nascimento. Você fará isso porque quer que seu pai lhe ame e admire”.

“Essa fonte central de motivação extrínseca já não existe hoje para cada um entre dois garotos”, ele disse.

Os homens deveriam ser os mentores dos garotos, sugeriu Zimbardo, e as escolas deveriam concentrar seus esforços em dar aos garotos respostas mais produtivas para atividades.

 

Fonte: https://blog.comshalom.org/carmadelio/49079-pornografia-e-jogos-eletronicos-estao-causando-dano-aos-cerebros-e-corpos-dos-meninos