[NOTÍCIAS DA IGREJA]

Papa Francisco: O paraíso não é uma fábula nem um jardim encantado, é o abraço com Deus

A nova catequese do Papa Francisco durante a Audiência Geral, na manhã de hoje, foi sobre o Paraíso, um lugar que é “o abraço com Deus” e onde já não haverá preocupações. O próprio Pontífice anunciou que esta é a última catequese sobre a esperança, depois de meditar alguns meses sobre a esperança cristã.

O Santo Padre começou a sua catequese recordando o momento de Jesus na cruz. “Ao lado seu lado esquerdo e direito, há dois homens de má reputação”. Um deles é o bom ladrão, que reconhece o seu pecado. “É a única vez que a palavra ‘paraíso’ aparece nos Evangelhos. Jesus o promete a um “pobre diabo” que no lenho da cruz teve a coragem de dirigir a ele o mais humilde dos pedidos: «Lembra-te de mim quando entrares no teu Reino”.

“O bom ladrão, nos recorda nossa verdadeira condição diante de Deus: que somos seus filhos e que ele vem a nosso encontro, tendo compaixão de nós, que Ele está desarmado cada vez que manifestamos a ele a nostalgia de seu amor”.

O Pontífice recordou que “nos quartos de tantos hospitais e nas celas das prisões, este milagre se repete inúmeras vezes: não existe pessoa, por pior que tenha sido em sua vida, a quem reste somente desespero e seja proibida a graça”.

“O paraíso não é um lugar de fábula nem mesmo um jardim encantado. O paraíso é o abraço com Deus, Amor infinito, e conseguimos entrar graças a Jesus, que morreu na Cruz por nós”. “Onde há Jesus, há a misericórdia e a felicidade: sem Ele, há o frio e a escuridão”, acrescentou.

Francisco disse que quando um cristão está na hora da morte, deve dizer a Jesus: ‘Lembra-te de mim’. E mesmo que nos sintamos sozinhos, Jesus está ao nosso lado”.

“Jesus quer levar-nos ao lugar mais bonito, com o pouco ou muito bem que fizemos durante a nossa vida, porque nada se perde do que ele já salvou”.

E “na casa do Pai também levará tudo aquilo que em nós ainda precisa ser resgatado: as falhas e os erros da vida. E este é o objetivo da nossa existência, que tudo seja cumprido e transformado em amor”.

“Se acreditamos nisto”, continuou, “a morte deixa de nos amedrontar, e podemos também esperar partir deste mundo em maneira serena, com tanta confiança. Quem conheceu Jesus, não tema mais nada”.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-o-paraiso-nao-e-uma-fabula-nem-um-jardim-encantado-e-o-abraco-com-deus-65527/