[NOTÍCIAS DA IGREJA]

 

Na assembleia da ONU, presidente do Paraguai diz que protegerá o povo desde a concepção

Mario Abdo, o novo presidente do Paraguai, que tomou posse no mês passado, discursou pela primeira vez na Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque, nesta terça-feira (25/09). Ele disse explicitamente que “o Paraguai deve proteger sua população desde a concepção”. Abdo também expressou solidariedade aos povos da Venezuela e da Nicarágua devido aos “abusos de poder” de seus chefes de estado. “A ideologização como ato de fanatismo deve ser erradicado”, afirmou.

O discurso confirma a linha que Abdo já havia adotado como candidato. Sua postura pró-vida é bastante conhecida entre os paraguaios e seu plano de governo também dava bastante ênfase ao fortalecimento da família, opondo-se inclusive ao casamento gay.

Abdo é um ex-militar da Força Aérea paraguaia que atuava como paraquedista. Ele também é formado em Marketing por uma universidade norte-americana.

Paraguai pró-vida

A constituição do Paraguai, em seu artigo 4º, consagra que “o direito à vida é inerente à pessoa humana. Garante-se a sua proteção, em geral, desde a concepção”. Em 2003, um decreto presidencial instituiu o dia 25 de março como o Dia do Nascituro no país e, em 2017, Ciudad de Leste, uma das principais cidades do país, tornou-se oficialmente uma “cidade pró-vida e pró-família”, graças à adesão a um documento elaborado pelo Movimento por la Vida y la Familia Paraguay. 

Assista à íntegra do discurso:

Fonte: semprefamilia