[NOTÍCIAS DA IGREJA]

João Paulo I já é venerável: Papa Francisco assina decreto de suas virtudes heroicas

O Papa Francisco assinou nesta quinta-feira, 9 de novembro, o decreto que reconhece as virtudes heroicas do Papa João Paulo I, que assim é declarado venerável.

A assinatura do decreto ocorreu 3 dias depois da votação unânime da Congregação para as Causas dos Santos a favor deste reconhecimento. Desta forma, são abertas as portas para a beatificação do falecido Pontífice, para o que falta o reconhecimento de um milagre atribuído a sua intercessão.

O venerável João Paulo I, cujo nome antes de ser eleito Papa era Albino Luciani, nasceu em 17 de outubro de 1912, em Forno di Canale, Itália, e morreu em 28 de setembro de 1978, no Palácio Apostólico do Vaticano, depois de uma parada cardíaca, devido a uma doença mal curada.

Albino Luciani foi Patriarca de Veneza entre 1969 e 1978. Em 26 de agosto de 1978, foi eleito pelos Cardeais para suceder o Papa Paulo VI na cátedra de São Pedro.

O seu pontificado durou apenas 33 dias, por isso, foi um dos mais breves da história da Igreja. Além disso, foi o primeiro Papa nascido no século XX e o último Papa italiano até hoje.

Após a sua morte súbita, que causou uma grande comoção na Igreja, foi eleito o Papa São João Paulo II.

Albino Luciani foi ordenado sacerdote em 7 de julho de 1935. Naquele mesmo ano, foi nomeado Vigário Cooperador de Agordo, na Itália, e professor de religião nesta cidade.

Em 1937, foi nomeado vice-diretor do Seminário Gregoriano de Belluno, na Itália.

Graduou-se em Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma em 1947 e alguns meses depois foi nomeado pro-chanceler Episcopal da Diocese de Belluno.

Um ano depois, foi nomeado Pro-Vigário Geral da mesma Diocese e, em 1954, Vigário Geral.

Em 1958, o Papa João XXIII o elegeu Bispo de Vittorio Veneto. Recebeu a consagração episcopal na Basílica de São Pedro do Vaticano em 27 de dezembro de 1958.

Entre 1962 e 1965, participou das diferentes sessões do Concílio Vaticano II e, em 1969, foi promovido o Patriarca de Veneza. Em 1972, foi eleito Vice-Presidente da Conferência Episcopal Italiana e, em 5 de março de 1973, foi criado Cardeal.

No Conclave celebrado em 26 de agosto de 1978 para suceder Paulo VI na Cátedra de São Pedro, foi eleito Pontífice com o nome de João Paulo I. O seu pontificado durou 33 dias, até a sua morte súbita em 28 de setembro de 1978.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/joao-paulo-i-ja-e-veneravel-papa-francisco-assina-decreto-de-suas-virtudes-heroicas-89001/