[NOTÍCIAS DA IGREJA]

5 coisas que você estava fazendo mal na Missa e não sabia

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 4241a38ef6b8607117651e593de3a622-700x415-1.jpg

A Santa Missa é a renovação do sacrifício pascal de Cristo na cruz e a “fonte e o ápice de toda a vida cristã’’. Por esse motivo, e com o intuito de adentrarmos mais nos sagrados mistérios, é que a Igreja organizou a Missa dentro de uma ordem determinada (O reino de Deus é um reino de ordem).

Neste artigo compartilharemos 5 coisas que talvez você esteja fazendo errado na missa e não sabia.

1) “… E livrai-nos do mal AMÉM?”

Quando rezamos o Pai Nosso de maneira pessoal ou em nossos grupos de oração temos o hábito de concluí-lo com um “Amém”.

Isso está correto, porém durante a Santa Missa é diferente.

O Pai Nosso é a única oração que está integrada na liturgia como parte de uma oração maior.
Por tal razão não devemos dizer “Amém” depois do “e livrai-nos do mal”, pois o sacerdote continuará com a oração dizendo “livrai-nos Senhor de todos os males, e concedei-nos a paz em nossos dias…’’

2) “Por Cristo com Cristo e em Cristo…”

Alguns fiéis geralmente cometem o erro de dizer partes da Missa que são correspondentes apenas ao sacerdote.

Isto é muito comum no final da oração eucarística quando o padre reza: “Por Cristo, com Cristo e em Cristo, a vós, Deus Pai todo poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda honra e toda glória agora e para sempre…”.

Os fiéis não devem dizer esta parte, pois é exclusivo para o sacerdote. Aos fiéis cabe responder com um ”Amém”.

3) Durante a consagração devemos nos ajoelhar ou ficar de pé?

Para isto devemos consultar a IGMR (Instrução Geral do Missal Romano) que no número 43 diz claramente: “…ficarão de joelhos, a não ser por motivo de saúde, lugar estreito, pouco espaço devido à grande quantidade de pessoas ou outras causas razoáveis que o impeçam, durante a consagração.

O IGMR diz que quem, pelos motivos já citados não puderem ajoelhar-se, devem fazer uma profunda reverência quando o sacerdote se ajoelhar após a consagração.

Mais do que a lei, nosso coração deve nos ilmpulsionar em nos prostrarmos em adoração. É o Senhor nosso Deus que está diante de nós!

4) Rito da paz

O chamado “rito da paz” ou “abraço da paz” é opcional. Mas quando se faz, a saudação deve ser feita apenas com as pessoas mais próximas dos nossos lugares e sempre guardando a devida reverência à celebração.

Não devemos nos esquecer que Jesus acabou de se fazer presente na Sagrada Eucaristia e que deve ser o centro da nossa atenção neste momento.

Não é necessário, por exemplo, caminhar de um lado para o outro da Igreja buscando conhecidos para saudá-los.

5) O Jejum Eucarístico

Este não é necessariamente um erro durante a Missa, mas acontece antes da celebração.

O catecismo ensina que “Para preparar-se bem para receber a eucaristia, os fiéis devem viver o jejum prescrito pela Igreja”.

Mas qual é esse jejum? A Igreja estabelece que devemos guardar o jejum de qualquer alimento sólido pelo menos uma hora antes de receber a Santa Eucaristia.

Por isso, devemos parar de comer esses biscoitos que compramos na porta da igreja. Deixa para comer na cantina depois da missa.

E sim, é permitido o consumo de água e remédios.

Se não cumprir esse requisito, pode participar da missa, mas não pode comungar.

Fonte: https://pt.churchpop.com/5-coisas-que-voce-estava-fazendo-mal-na-missa-e-nao-sabia/