[NOTÍCIAS DA IGREJA]

Coronavírus: a história do Crucifixo milagroso diante do qual o Papa Francisco rezou

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Design-sem-nome-8-700x438-1.png

Na igreja romana de São Marcelo no Corso existe um crucifixo milagroso. Diz a tradição que este crucifixo de madeira sobreviveu a um incêndio e, além disso, salvou Roma da praga dos anos 500.

Construída no século IV-V, a Igreja de São Marcelo no Corso é uma igreja barroca com vista para uma das ruas mais importantes da Cidade Eterna, a Via del Corso.

O Papa Francisco, em 15 de março de 2020, depois de rezar em frente ao ícone da Madonna Salus Popolii Romani, na Basílica de Santa Maria Maior, decidiu rezar também diante deste belo crucifixo.

A história do Crucifixo

No dia 23 de maio de 1519, um incêndio destruiu completamente a Igreja de São Marcelo no Corso. Ao chegarem no local, os fiéis romanos encontraram um cenário sombrio. E então, a surpresa: o Crucifixo não havia sido tocado pelo fogo.

Este fato marcou bastante os fiéis, o suficiente para fazer com que alguns se reunissem toda sexta-feira à noite para recitar orações e acenderem velas diante dele. Com o tempo, esses encontros se tornaram cada vez mais organizados e levaram à criação de um grupo chamado “Companhia do Santíssimo Crucifixo”.

O segundo milagre

Em 8 de outubro de 1519, o Papa Leão X ordenou a reconstrução da igreja.

Três anos após o incêndio devastador, Roma foi atingida pelo que os historiadores chamam de “A Grande Praga”.

O desconforto geral da população romana fez os fiéis levarem o crucifixo milagroso em procissão pelas ruas da cidade. Apesar da proibição das autoridades, a procissão aconteceu e durou 16 dias: de 4 a 20 de agosto de 1522.

E milagrosamente, enquanto o crucifixo ia atravessando os distritos romanos, a praga ia regredindo. Não apenas isso, no final do último dia da procissão, a “Grande Praga” foi completamente erradicada.

Aqui está a oração ao Santíssimo Crucifixo:

Ó Jesus, que por Teu ardente amor por nós quisestes ser crucificado e derramar Teu sangue para redimir e salvar nossas almas, olhai-me aqui prostrado aos Teus pés, confiante em Tua misericórdia.

Por Tuas dores e pelos méritos da Tua santa Cruz e morte, dignai-Vos conceder-me a graça que Vos peço ardentemente… (fale a graça que deseja alcançar).

E tu, minha mãe, Maria das Dores, ouvi meu apelo, intercedei por mim com teu divino Filho e orai a ele para me conceder os favores e as graças que Vos peço.

Amém.

Pai Nosso; Ave Maria e Glória ao Pai. Invocação “Misericórdia, Santíssimo Crucifixo”.

Fonte: https://pt.churchpop.com/coronavirus-a-historia-do-crucifixo-milagroso-diante-do-qual-o-papa-francisco-rezou/