[NOTÍCIAS DA IGREJA]

Se não incomoda, não é Palavra de Deus

Que pensar desta palavra: Quem não tem o Espírito de Cristo não é de Cristo?

Alguns haverá que, ao ouvi-la, bendirão a Deus, pois por Sua misericórdia estão confiantes de ter o Espírito de Cristo. Outros haverá que, ao ouvi-la, se assustarão, em especial alguns que ao ouvirem falar de Espírito parecem ouvir chamar o diabo, como os gentios, que não podiam ouvir que havia um Deus. Confessam os judeus um só Deus; mas quando ouvem dizer que esse Deus tem Filho, que é igual ao Pai, logo são tomados pelo demônio; disseram: Este homem blasfemou, pois se fez Filho de Deus (cf. Mt 26, 65).

Confessam os cristãos um Deus, que tem um Filho igual ao Pai; mas alguns, ao ouvirem o nome de Espírito, assustam-se. Como havemos de falar, senão como falam Deus e a Escritura? Uma gente tão inimiga do Espírito, que não quer nem ouvir seu nome. De onde vem isso? De estar corrompido o coração.

Que fazeis quando ouvis uma palavra que vos fere, e vos dizem: “Deus o disse”? Que disse Acab? “Esse Miqueias nunca me profetiza algo de meu agrado” (cf. 1Rs 22, 8). Sou pregoeiro, que culpa tenho? Deus me envia a vós para o que diga.

A palavra dita no púlpito que não revolve para valer o humor não se diz como palavra de Deus, nem se recebe como palavra de Deus. Domine, Deus meus es tu, exaltabo te et confiteor nomini tuo; quoniam fecisti mirabilia, cogitationes antiquas fideles. Amen. Senhor, és meu Deus, eu Te exaltarei. Exaltar a palavra de Deus é exaltar ao mesmo Deus. Exaltarei teu nome, porque fizeste coisas maravilhosas e puseste em prática os pensamentos antigos, e cumpriste o que eternamente pensaste.

— Dizei, pois, o que é: Quia posuisti civitatem in tumultum, urbem fortem in ruinam, domum alienorum, ut non sit civitas, et in sempiternum non aedificabitur: super hoc laudabit te populus fortis; civitas gentium robustorum tenebit te (cf. Is 25, 1-3): Eu te exaltarei, meu Deus, puseste em alvoroço a cidade, arruinaste com males aquela cidade que vivia no coração, que estava em paz; eu te exalto porque o coração que estava descansado e satisfeito em seus pecados, Tu o revolveste”. Não há ruibarbo ou canafístula que tanto revolva o estômago como a palavra de Deus. Ninguém espere ser consolado por Deus, se primeiro não for magoado. Se quiseres ser consolado, dores e temores hás de ter, alvoroçado hás de estar, sob pena de não ser Palavra de Deus a que ouviste.

Ai de mim, que me dizem que nem o fornicador, nem o avarento, nem o maledicente entrarão no céu! (cf. Ef 5, 5). — Ora, diz o outro, não será assim como dizem, pois Deus é misericordioso. — Andais buscando pretextos com que, embora não mateis a palavra de Deus, pelo menos a feris e debilitais, como os outros lavradores da vinha, que aos criados do Senhor, a uns mataram e a outros feriram. Mata a Palavra do Senhor quem diz: “Sai para lá, que nada tenho com isso”; debilita-a quem diz: “Na velhice serei bom”. Buscais pretextos para não sairdes desconsolados do sermão. Pois saem desconsolados do sermão, e pouco depois tornam a se consolar e a esquecer o que ouviram.

“Retrato de São João d’Ávila”, atribuído a El Greco.

Hoc est iudicium, diz a glosa: Esta é a causa de sua condenação. Quia luz venit in mundum et dilexerunt homines magis tenebras quam lucem (Jo 3, 19). Por que fazem isso? Veio a luz ao mundo. Bendito seja Deus por isso! Quem é a luz? Jesus Cristo; a palavra de Deus é a luz com que deveis examinar se vossa alma está bem ou mal; e amaram os homens mais as trevas que a luz. Deus vos guarde do homem que, por ser ruim para ele estar adormecido, o chamais enquanto dorme e pondes uma vela diante dos seus olhos, e ele a apaga para continuar dormindo à vontade.

— Por que te incomoda a palavra de Deus? — Porque atrapalha o sono que queres dormir. Dizem-te: Se não perdoares aos teus próximos seus pecados, Deus não te perdoará os teus (cf. Mt 18, 35; 6, 12). Que há de sentir o que guarda rancor? Dizem-vos: Se não vos tornardes como crianças, não entrareis no Reino de Deus (Mt 18, 3). Que há de sentir o presunçoso? Que sentirá o que possui o alheio, quando ouvir dizer: “Se alguém possui o alheio, o diabo o possui, a ele”? Que fazer? Apagar a luz para dormir à vontade! Lembra-te de que o sono te mata; cuidado, que assim irás para o inferno. É difícil para ti deixar o pecado e, para não dizeres: “Não é verdade a Palavra de Deus”, queres cancelá-la e esquecer-te dela? Amaram os homens mais as trevas (que são os pecados) que a luz.

Que fazer? — Quando a palavra de Deus vos desconsola, não a esqueçais. Conservai o emplastro sobre a chaga, não o retireis, e sarareis. Diz-vos Deus uma palavra que vos perturba, ponde-a sobre a chaga. — Ah, como fiquei triste! — Entristeça, faça-vos chorar, opere. — Ah, como me faz sofrer! — Irmão, com isso sarareis e vereis de que grande consolo vos será depois. Quando vos faz sofrer ouvir que quem não tem o Espírito de Cristo não é de Cristo, refleti bem sobre isso, com vagar. O que sentis? Ah, como estais desolados!

Quem não vive por um espírito alheio, não é de Cristo. Não hás de viver, irmão, por teu entendimento, nem por tua vontade, nem por teu juízo; hás de viver pelo Espírito de Cristo. Hás de ter o Espírito de Cristo. — Que quer dizer Espírito de Cristo? — Coração de Cristo. Quem não tiver coração de Cristo não é de Cristo.

— “Esposa”, diz Jesus Cristo, “pone me ut signaculum super cor tuum, ut signaculum super brachium tuum: quia fortis est dilectio sicut mors” — “grava-me como selo sobre teu coração, como selo sobre o teu braço, pois o amor é forte como a morte” (cf. Ct 8, 6). Ó Igreja, ó cristãos, deveis ser marcados com meu ferro; deveis ser selados com meu selo! Eu mesmo devo ser o selo; abrandai vossos corações como cera, e deixai nele minha marca, e ponde a Mim como sinal sobre vosso braço.

— Que quereis dizer? — Isso quer dizer que os predestinados hão de ser semelhantes a Jesus Cristo, como diz São Paulo (cf. Rm 8, 29; Ef 5, 1). — Devem ser semelhantes em quê? — “Ambulate in dilectione, sicut et Christus dilexit nos” — “Andai no amor, como Cristo nos amou” (Ef 5, 2). — Dai-me, Senhor, o Vosso Coração, e então amarei o que Vós amais, detestarei o que Vós detestais.

Fonte: https://padrepauloricardo.org/blog/se-nao-incomoda-nao-e-palavra-de-deus