Como o perfume das flores é seu nome, Maria

Maria. Um nome. Uma pessoa. Uma mulher. O Santíssimo nome de Maria contém em si um mistério grandioso. Este nome, o qual tantas pessoas chamaram aquela menina simples do vilarejo de Nazaré foi, antes de tudo, pronunciado pelo Pai Eterno em seu amor, quando olhou para a face de Maria, já no momento da ofensa criada por Eva e Adão. Naquele momento ímpar da história, o Senhor observa o rosto puro e cândido de Maria e contempla seu coração Imaculado, o qual consola, já no eterno, o que no tempo foi ofendido.

Maria é a realização de todo o sonho de Deus para a humanidade criada no Verbo. Ela manifesta toda a potência salvadora de Deus, acolhendo em si o Filho unigênito que, vindo ao mundo do seio da Trindade, encontra na jovenzinha filha de Israel o seio puro e límpido do seu corpo e a doçura inigualável da sua alma, elementos excelsos, que permitem ao Filho de Deus sentir-se acolhido como no seio do Pai, ainda que esta seja apenas uma criatura.

Jesus, escolhe sua mãe com o mais puro e simples amor, pois para amar desce até nós e para nos ensinar o amor é acolhido no casto seio de Maria. Tal comunhão de vida e de graça é sinal forte e inconfundível da imensa caridade de Deus e de sua misericórdia sem fim. No mistério da encarnação do Verbo, a humanidade se abre para Deus de uma maneira inimaginável ao homem, possível de ser compreendida e desejada apenas no coração eterno da Trindade Santa. Ao abrir sua alma e seu seio ao Verbo divino, Maria acolhe na sua pequenez e criaturalidade o artífice de tudo. Deixando-se envolver pela graça do Espírito que a cobre com sua sombra, a Virgem se torna um novo monte Sinai, onde o Todo-poderoso manifesta sua presença e fidelidade para com seu povo através dos seus sinais, que não são mais relâmpagos e trovões, labaredas de fogo e colunas de fumaça, mas sim a leveza da ação do Espírito que toma o ser da nobre filha de Sião, gerando nela o Rei de Israel, o Salvador da humanidade. “Solta gritos de alegria, filha de Sião! Solta gritos de júbilo, ó Israel! Alegra-te e rejubila-te de todo o teu coração, filha de Jerusalém. O Senhor teu Deus está no meio de ti como herói Salvador! Ele anda em transportes de alegria por causa de ti, e te renova seu amor. Ele exulta de alegria a teu respeito como num dia de festa” (Sf 3, 14.17-18a).

Maria, nome que significa amada, é como um perfume de flores primaveris em plena abertura, do qual emana o odor cativante do amor que se doa – pois o Pai amou esta virgem e a escolheu para si –, do amor que acolhe – pois o Verbo nela se fez carne, recebendo de Maria todo o amor que a humanidade é capaz de oferecer a Deus, através do seu olhar devoto e de seu abraço materno –, e do amor que gera amor – pois o Espírito em Maria não se contenta em enchê-la de graça para receber o Filho eterno de Deus, mas também lhe renova os dons divinos, cumulando sua alma de uma graça que vai além das suas medidas, deixando que tal manifestação divina transborde do seu ser, enchendo, por ela, a terra de bênçãos.

Maria, Virgem pura e santa, humilde serva do Senhor, é para toda a humanidade límpido espelho de santidade e perfeição, diante do qual o homem pecador é chamado à uma profunda conversão de vida, para acolher em si mesmo o grande mistério do amor divino. Deus não deseja que suas graças fiquem reservadas à Maria, quase como se fosse a única santa querida pelo Senhor; e nem mesmo ela deseja isso, basta ver a herança espiritual deixada pela Virgem Santíssima nos textos sagrados, mandamento de fazer sempre o diz seu amado Filho (cfr. Jo 2, 5), a comunhão íntima com seu coração diante da Cruz de Jesus (cfr. Jo 19, 25-28), ou mesmo sua presença firme e amorosa junto à Igreja nascente na partilha do dom sublime em Pentecostes (cfr. At 2). O Senhor nos deseja santos, muito santos e cheios de virtudes. Para tanto, deixou-nos o exemplo de Maria que, depois de Jesus, é onde nossos olhos devem fixar-se para sabermos bem e com exatidão o que agrada a Deus e como amá-lo de todo o coração.

Pe. Everton Vicente Barros
Comunidade Católica Palavra Viva