[FRANÇA]

“Ai de mim se eu não evangelizar!”

Santuário de Saint Gens vazio durante pandemia
Santuário de Saint Gens vazio durante pandemia

A Comunidade Católica Palavra Viva, presente na diocese de Avignon – França desde 2007, vem desenvolvendo um importante trabalho de Evangelização, em um dos Santuários mais importantes da Diocese: O Santuário de Saint Gens. Situado em meio à uma exuberante natureza, o local atrai centenas de pessoas que trazendo o desejo de se encontrarem com Deus e consigo mesmas, encontram na acolhida, na alegria e nas palavras dos consagrados da comunidade, conforto e esperança para seus corações.

Com uma intensa programação, os consagrados que ali residem se encarregam de dar vida ao local, por meio de eventos que são realizados, como noites para famílias e jovens, retiros espirituais, acolhida de peregrinos de diversas partes da França (e do exterior), além de todo um trabalho de acompanhamento espiritual realizado pelos consagrados e pelo padre reitor do Santuário (membro da CCPV) para com o povo, além dos atendimentos de confissões e celebrações da Santa Missa.

Tão intensa rotina de atividades, foi obrigada a ser suspensa, face à grande epidemia do COVID-19 que atinge todo o mundo. Com a França em quarentena desde o dia 17/03, todas as atividades missionárias foram interrompidas, o que não impediu os consagrados da missão de continuarem evangelizando!

Confiando na misericórdia e na força que vem de Deus, e firmados no versículo de São Paulo aos 1Coríntios 9,16 onde ele exclama “Ai de mim se eu não evangelizar! ”, toda a evangelização foi repensada, uma nova estratégia é traçada e uma série de atividades começam a acontecer, com um único intuito: chegar ao coração das pessoas, principalmente as que neste momento estão sozinhas ou esquecidas.

Até o momento, já foram mais de 550 e-mails enviados, aproximadamente 100 mensagens pelas redes sociais, mais de 70 ligações realizadas, e dezenas de pedidos de oração recebidos. Além do terço mariano que é rezado a cada dia por telefone com as famílias, do terço da Divina Misericórdia que é rezado com os jovens por Skype à cada sexta-feira, e dos atendimentos de partilha e oração que acontecem também por telefone.

A cada ligação, a cada mensagem enviada, ou a cada oração realizada, um sincero e contente “obrigado”, brota destes corações, pelo simples fato de terem sido lembradas, e de saberem que no caminho de fé, elas não estão sozinhas.

 

 
[google-translator]
 
[FRANÇA]

“Ai de mim se eu não evangelizar!”

Santuário de Saint Gens vazio durante pandemia
Santuário de Saint Gens vazio durante pandemia

A Comunidade Católica Palavra Viva, presente na diocese de Avignon – França desde 2007, vem desenvolvendo um importante trabalho de Evangelização, em um dos Santuários mais importantes da Diocese: O Santuário de Saint Gens. Situado em meio à uma exuberante natureza, o local atrai centenas de pessoas que trazendo o desejo de se encontrarem com Deus e consigo mesmas, encontram na acolhida, na alegria e nas palavras dos consagrados da comunidade, conforto e esperança para seus corações.

Com uma intensa programação, os consagrados que ali residem se encarregam de dar vida ao local, por meio de eventos que são realizados, como noites para famílias e jovens, retiros espirituais, acolhida de peregrinos de diversas partes da França (e do exterior), além de todo um trabalho de acompanhamento espiritual realizado pelos consagrados e pelo padre reitor do Santuário (membro da CCPV) para com o povo, além dos atendimentos de confissões e celebrações da Santa Missa.

Tão intensa rotina de atividades, foi obrigada a ser suspensa, face à grande epidemia do COVID-19 que atinge todo o mundo. Com a França em quarentena desde o dia 17/03, todas as atividades missionárias foram interrompidas, o que não impediu os consagrados da missão de continuarem evangelizando!

Confiando na misericórdia e na força que vem de Deus, e firmados no versículo de São Paulo aos 1Coríntios 9,16 onde ele exclama “Ai de mim se eu não evangelizar! ”, toda a evangelização foi repensada, uma nova estratégia é traçada e uma série de atividades começam a acontecer, com um único intuito: chegar ao coração das pessoas, principalmente as que neste momento estão sozinhas ou esquecidas.

Até o momento, já foram mais de 550 e-mails enviados, aproximadamente 100 mensagens pelas redes sociais, mais de 70 ligações realizadas, e dezenas de pedidos de oração recebidos. Além do terço mariano que é rezado a cada dia por telefone com as famílias, do terço da Divina Misericórdia que é rezado com os jovens por Skype à cada sexta-feira, e dos atendimentos de partilha e oração que acontecem também por telefone.

A cada ligação, a cada mensagem enviada, ou a cada oração realizada, um sincero e contente “obrigado”, brota destes corações, pelo simples fato de terem sido lembradas, e de saberem que no caminho de fé, elas não estão sozinhas.