[RIO DE JANEIRO]

A juventude é a porção mais delicada e preciosa da sociedade humana”. (Dom Bosco)

Uma das programações do Cerco de Jericó Missionário realizado na Paróquia Santa Teresinha, Campo Grande, Rio de Janeiro foi o “Fala Jovem”, que procurou, através do debate sobre temas da nossa realidade, traçar um caminho com os jovens paroquianos.

Em um primeiro momento foi falado sobre Geração Y e Redes Sociais, onde identificamos junto com os jovens características da nossa geração, marcada pela impaciência, insegurança, impulsividade e pelo contato constante com o mundo virtual. Assim foi questionado em que essas características influenciam no relacionamento dentro da nossa família e dentro da Igreja e porque existem tantos conflitos com aqueles que mais amamos. A resposta foi imediata: a diferença de comportamento de uma geração para outra. Dentro disso, surgiu outro questionamento: somos verdadeiramente livres no nosso jeito de ser, naquilo que pensamos, vestimos e até mesmo no que comemos? Introduzimos então o debate sobre o Marxismo Cultural, que age estrategicamente no nosso meio tentando lesar a nossa razão e ferir aquilo que temos de mais semelhante a Deus: nossa capacidade de amar.

Cada momento com os jovens era marcado pela oração. Ao rezarmos era nítido o quanto aqueles jovens tinham sede de Deus e o quanto o próprio Deus estava pronto para saciá-los e do meio deles levantar verdadeiras colunas para ser sustento da Igreja que éramos chamados a reconstruir.

Terminamos nossa missão com o coração alegre e agradecido por saber que toda a obra do Senhor estava apenas no início.

[justified_image_grid ids=”file” ids=”18721,18722,18723,18724,18725,18726,18727,18728,18729,18730,18731″]