[MEAUX]

Pélé VTT Meaux 2ª Edição

“Não pretendo dizer que já alcancei (esta meta) e que cheguei à perfeição. Não. Mas eu me empenho em conquistá-la, uma vez que também eu fui conquistado por Jesus Cristo.Consciente de não tê-la ainda conquistado, só procuro isto: prescindindo do passado e atirando-me ao que resta para a frente, persigo o alvo, rumo ao prêmio celeste, ao qual Deus nos chama, em Jesus Cristo. Nós, mais aperfeiçoados que somos, ponhamos nisto o nosso afeto; e se tendes outro sentir, sobre isto Deus vos há de esclarecer. Contudo, seja qual for o grau a que chegamos, o que importa é prosseguir decididamente.” (Filipenses 3, 12-16)

Há alguns anos na França, na diocese de Rocamadour, para ser mais exato, nascia o Pélé VTT, a ideia é simples, fazer uma peregrinação em bicicleta. Uma atividade física, lúdica e ao mesmo tempo espiritual, voltada especificamente para o público jovem. A ideia deu certo e atualmente inúmeras dioceses francesas aderiram ao Pélé VTT como uma nova forma de evangelização de jovens.

Ainda recente na diocese de Meaux, somente na sua segunda edição, o Pélé VTT deste ano contou com a participação de 20 jovens que durante 5 dias cruzaram parte da diocese de Meaux. Pelo caminho encontraram sol e chuva, subidas, descidas, e por vezes um terreno plano e calmo. Cada tipo de caminho foi aproveitado pelos acompanhadores espirituais dos jovens para explicar a vida espiritual e os seus desafios. Por vezes parece ser difícil chegar ao final, como em uma longa subida, ás vezes é mais fácil como em uma decida, mas o importante é sempre continuar em frente; não é sem motivo que São Paulo utiliza do esporte para explicar a vida espiritual.

Os consagrados da Comunidade Palavra Viva que também participaram da primeira edição estiveram presentes acompanhando os jovens ao longo de toda a peregrinação. A presença dos consagrados seja na animação ou nos tempos de espiritualidade foi para os jovens um testemunho de vocação e entrega a Deus. Muitos dos participantes não conheciam a vocação à vida consagrada nem os votos de pobreza, castidade e obediência.

Durante os dias de peregrinação eles visitaram santuários como a Abadia de Juarre, se encontraram com o Bispo, Dom Jean-Yves Nahmias; tiveram desafios e provas, como por exemplo: tirar a melhor foto com alguns animais ou monumento, coletar intenções de oração, dentre outras.

O Percurso de Meaux à Provins, durou 5 dias, mas a experiência humana e espiritual vivida durante o VTT restará no coração e na memoraria destes jovens. A vida de cada um dos participantes, bem como a dos familiares, foi confiada durante toda a peregrinação a uma equipe de intercessores, que rezaram e rezam ainda pelos frutos deste intenso itinerário que teve seu início no Péle VTT.

[justified_image_grid ids=”8712,8713,8714,8715,8716,8717,8718,8719,8720,8721,8722,8723,8724,8725″]
 

 
[google-translator]
 
[MEAUX]

Pélé VTT Meaux 2ª Edição

“Não pretendo dizer que já alcancei (esta meta) e que cheguei à perfeição. Não. Mas eu me empenho em conquistá-la, uma vez que também eu fui conquistado por Jesus Cristo.Consciente de não tê-la ainda conquistado, só procuro isto: prescindindo do passado e atirando-me ao que resta para a frente, persigo o alvo, rumo ao prêmio celeste, ao qual Deus nos chama, em Jesus Cristo. Nós, mais aperfeiçoados que somos, ponhamos nisto o nosso afeto; e se tendes outro sentir, sobre isto Deus vos há de esclarecer. Contudo, seja qual for o grau a que chegamos, o que importa é prosseguir decididamente.” (Filipenses 3, 12-16)

Há alguns anos na França, na diocese de Rocamadour, para ser mais exato, nascia o Pélé VTT, a ideia é simples, fazer uma peregrinação em bicicleta. Uma atividade física, lúdica e ao mesmo tempo espiritual, voltada especificamente para o público jovem. A ideia deu certo e atualmente inúmeras dioceses francesas aderiram ao Pélé VTT como uma nova forma de evangelização de jovens.

Ainda recente na diocese de Meaux, somente na sua segunda edição, o Pélé VTT deste ano contou com a participação de 20 jovens que durante 5 dias cruzaram parte da diocese de Meaux. Pelo caminho encontraram sol e chuva, subidas, descidas, e por vezes um terreno plano e calmo. Cada tipo de caminho foi aproveitado pelos acompanhadores espirituais dos jovens para explicar a vida espiritual e os seus desafios. Por vezes parece ser difícil chegar ao final, como em uma longa subida, ás vezes é mais fácil como em uma decida, mas o importante é sempre continuar em frente; não é sem motivo que São Paulo utiliza do esporte para explicar a vida espiritual.

Os consagrados da Comunidade Palavra Viva que também participaram da primeira edição estiveram presentes acompanhando os jovens ao longo de toda a peregrinação. A presença dos consagrados seja na animação ou nos tempos de espiritualidade foi para os jovens um testemunho de vocação e entrega a Deus. Muitos dos participantes não conheciam a vocação à vida consagrada nem os votos de pobreza, castidade e obediência.

Durante os dias de peregrinação eles visitaram santuários como a Abadia de Juarre, se encontraram com o Bispo, Dom Jean-Yves Nahmias; tiveram desafios e provas, como por exemplo: tirar a melhor foto com alguns animais ou monumento, coletar intenções de oração, dentre outras.

O Percurso de Meaux à Provins, durou 5 dias, mas a experiência humana e espiritual vivida durante o VTT restará no coração e na memoraria destes jovens. A vida de cada um dos participantes, bem como a dos familiares, foi confiada durante toda a peregrinação a uma equipe de intercessores, que rezaram e rezam ainda pelos frutos deste intenso itinerário que teve seu início no Péle VTT.

[justified_image_grid ids=”8712,8713,8714,8715,8716,8717,8718,8719,8720,8721,8722,8723,8724,8725″]