[SUIÇA]

Vigília de oração pelos cristãos perseguidos com o Cardeal Nzapalainga

Os membros da Comunidade Católica Palavra Viva da missão de Lugano/Suíça animaram uma vigília de oração nas intenções dos cristãos perseguidos. A vigília, como todos os anos, foi promovida pela organização católica Ajuda à Igreja que Sofre, que desde 1966 está presente na Suíça e têm como um dos principais objetivos o sustento de cristãos perseguidos e a promoção da nova evangelização.

O evento deste ano aconteceu na recém restaurada catedral da diocese de Lugano, que por sua vez é dedicada a São Lourenço, um diácono que foi martirizado ainda nos primeiros séculos da Igreja por defender a fé em Cristo.

Além da presença de leigos, sacerdotes e religiosos e do bispo diocesano Dom  Valério, a vigília foi presidida pelo então cardeal centro-africano Dom Dieudonné Nzapalainga, que é o membro mais jovem do colégio cardinalício da Santa Sé e foi feito cardeal pelo Papa Francisco no último ano. Dom Dieudonné testemunhou os vários momentos de perseguição que muitos cristãos da sua diocese sofreram e sofrem ainda, sobretudo da parte de grupos extremistas; ele mesmo chegou a ser preso por radicais. Na ocasião o cardeal também testemunhou a providência de Deus diante de toda a perseguição vivida e acenou o momento de paz que a passagem do pontífice Francisco trouxe à sua arquidiocese com a abertura da porta santa em Bangui em novembro de 2015.

[justified_image_grid ids=”11682,11683,11684,11685,11686,11687,11688,11689,11690″]