[AUSTRÁLIA]

Festa de Nossa Senhora da Assunção no Santuário de Sant’Anna

A festa de Nossa Senhora da Assunção é celebrada com uma ênfase especial em alguns países. Em uma parte do Canadá, conhecida como “Acadie”, a festa mariana também é festa nacional, pois o povo acadinano, assim como é conhecido os imigrantes de franceses que povoaram o leste canadense, tomaram Nossa Senhora da Assunção como padroeira, escolhendo até mesmo o hino Ave Maris Stella como hino nacional.

Assim sendo, esse dia não podia passar em branco no principal santuário da diocese, que se localiza justamente na Capital da Acadie. O Santuário de Sant’Ana do Bocage, que é de reitoria da comunidade Palavra Viva, acolheu uma bela missa presidida por Dom Daniel Jodoin, bispo da diocese de Bathurst.

Fiéis acadinanos vieram numerosos de várias regiões da diocese para celebrar Nossa Senhora. A novidade deste ano, foi uma procissão em honra a Virgem. Através da procissão, os consagrados da Comunidade Palavra Viva, velam pelo resgate do sagrado e pela tradição histórica deste povo de fé, que tem como mãe e Padroeira nossa Senhora da Assunção.

 

 
[google-translator]
 

 

[AUSTRÁLIA]

Festa de Nossa Senhora da Assunção no Santuário de Sant’Anna

A festa de Nossa Senhora da Assunção é celebrada com uma ênfase especial em alguns países. Em uma parte do Canadá, conhecida como “Acadie”, a festa mariana também é festa nacional, pois o povo acadinano, assim como é conhecido os imigrantes de franceses que povoaram o leste canadense, tomaram Nossa Senhora da Assunção como padroeira, escolhendo até mesmo o hino Ave Maris Stella como hino nacional.

Assim sendo, esse dia não podia passar em branco no principal santuário da diocese, que se localiza justamente na Capital da Acadie. O Santuário de Sant’Ana do Bocage, que é de reitoria da comunidade Palavra Viva, acolheu uma bela missa presidida por Dom Daniel Jodoin, bispo da diocese de Bathurst.

Fiéis acadinanos vieram numerosos de várias regiões da diocese para celebrar Nossa Senhora. A novidade deste ano, foi uma procissão em honra a Virgem. Através da procissão, os consagrados da Comunidade Palavra Viva, velam pelo resgate do sagrado e pela tradição histórica deste povo de fé, que tem como mãe e Padroeira nossa Senhora da Assunção.